Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Destaques > Recordes ambientais marcam nova fase da aviação de negócios
Início do conteúdo da página

Recordes ambientais marcam nova fase da aviação de negócios

Publicado: Segunda, 20 de Maio de 2019, 02h45 | Acessos: 44

Os recordes de velocidade são impressionantes, mas sob as condições certas, praticamente qualquer aeronave moderna pode estabelecer um novo recorde. No entanto, algumas situações especiais tornam a marca realmente relevante para a indústria aeronáutica, como estabelecer um recorde de velocidade partindo ou chegando de aeroporto desafiador em condições reais com passageiros, bagagem e carga total de combustível. Outro caso é empregar combustível alternativo, como derivados de compostos vegetais.

BAIXO NÍVEL DE RUÍDO

Dois casos marcantes ocorreram essa semana. O primeiro um Dassault Falcon 8X estabeleceu um novo recorde de velocidade nos Estados Unidos voando de costa a costa. O avião partiu de Santa Monica, na Califórnia, com destino a Teterboro, Nova Jersey. Um importante dado obtido no voo foi o nível de ruído durante os procedimentos de partida e subida, que registraram 95 dBA SEL, comprovando a diminuição do barulho causado pela nova geração de aeronaves. Além disso, a aeronave comprovou sua performance ao decolar de um aeroporto com uma pista de 1.050 metros, considerada extraordinariamente curta para um avião que dependeria de um elevado peso de decolagem para cumprir uma missão que cruzaria os Estados Unidos em alta velocidade. A melhora no desempenho tem comprovado o aperfeiçoamento dos motores aeronáuticos e aerodinâmica, permitindo operar em aeroportos restritos com elevada eficiência.

USO DE BIOCOMBUSTÍVEL

Já a norte-americana Gulfstream estabeleceu um novo recorde de velocidade voando entre Charleston, Carolina do Sul e Farnborough, Inglaterra – utilizando um biocombustível. O recorde, foi alcançado por G550, que percorreu 6.651 quilômetros, a uma velocidade média de Mach 0,85 em 7 horas e 13 minutos. Leia mais

registrado em:
Fim do conteúdo da página