Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Destaques > Manual de Orientações para a Investigação da Fadiga Humana em Ocorrências Aeronáuticas
Início do conteúdo da página

Manual de Orientações para a Investigação da Fadiga Humana em Ocorrências Aeronáuticas

Publicado: Terça, 16 de Junho de 2020, 10h43 | Acessos: 192

A Comissão Nacional da Fadiga Humana (CNFH), criada na 61ª Plenária do Comitê Nacional de Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CNPAA), tem se dedicado a compreender a influência da fadiga em ocorrências aeronáuticas, sob um ponto de vista técnico-científico. Essa inIciativa buscou preencher uma lacuna em termos de técnicas de investigação que pudessem ser aplicadas para identificar a fadiga, sendo esta uma tarefa difícil devido à sua natureza multideterminada.

Como resultado, uma metodologia de investigação foi proposta à comunidade aeronáutica, por meio do CNPAA, em 2014. Desde então, pesquisas diversificadas vêm sendo desenvolvidas e debatidas no âmbito da CNFH, que conta com a participação de representantes do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA), da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), e de empresas do setor aeronáutico, universidades, entidades do setor médico e entidades representativas dos aeronautas.

O primeiro produto dos trabalhos da CNFH foi inicialmente apresentado em 2017, por meio do Guia de Investigação da Fadiga em Ocorrências Aeronáuticas. Com a continuidade dos trabalhos e pesquisas, a metodologia de investigação proposta foi revisada e pode ser conferida no Manual de orientações para Investigação da Fadiga Humana em Ocorrências Aeronáuticas.

Disponível nas versões em português e em inglês, essa publicação apresenta abordagem prática ao oferecer orientações e critérios a serem observados por profissionais que atuem na investigação de ocorrências aeronáuticas, com vistas à prevenção e ao gerenciamento dos riscos associados à fadiga na aviação.

registrado em:
Fim do conteúdo da página