Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Briga entre jatos executivos passa para recordes de distância e velocidade
Início do conteúdo da página

Briga entre jatos executivos passa para recordes de distância e velocidade

  • Publicado: Terça, 09 de Abril de 2019, 19h29
  • Última atualização em Terça, 09 de Abril de 2019, 19h29

A busca pela liderança entre os jatos de negócios de ultra longo alcance ganhou um novo episódio, com a disputa entre a rota mais longa e mais rápida feita pelos principais modelos da categoria. A Gulfstream anunciou que o G650ER voou entre Cingapura e Tucson, no Arizona, distantes 15.518 km uma da outra em 15h23, voando a velocidade média de 960 km/h.

O avião decolou do aeroporto de Changi, em Cingapura, às 16h53 (local) do dia 29 de março, cruzando o Pacífico a velocidade média de Mach 0.85, ou seja, 85% da velocidade do som, pousando aeroporto norte-americano, às 17h16, mantendo as reservas regulamentares e as recomendadas pelas regras da NBAA (National Business Aviation Association). 

Desde que o G650ER entrou em serviço em 2014, a Gulfstream passou a explorar o máximo de rotas para quebrar registros de distância e tempo, registrando atualmente 90 recordes de velocidade. A cidade de Cingapura tem sido um dos principais pontos de origem ou destino dos voos do G650 em suas missões recordistas. Em 2015, um G650ER voou 14.835 km entre Cingapura eLas Vegas em 14h32. Ainda em 2019 outro G650ER voou 13.843 km entre Cingapura e San Francisco em 13h37.

Os aviões de negócios de cabine larga voltados para o mercado de longo curso se tornaram um dos mais rentáveis da indústria, atraindo a atenção de fabricantes que passaram a investir em novos produtos na última década.

Conteúdo: Aeromagazine

registrado em:
Fim do conteúdo da página