Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Conheça os detalhes do novo Aeroporto de Florianópolis
Início do conteúdo da página

Conheça os detalhes do novo Aeroporto de Florianópolis

  • Publicado: Quinta, 03 de Outubro de 2019, 14h28
  • Última atualização em Quinta, 03 de Outubro de 2019, 14h29

O aeroporto de Florianópolis, em Santa Catarina, entrou em operação hoje (1° de outubro) quando o primeiro voo partiu com destino a Guarulhos, às 4h. O voo LA9046 da Latam foi sucedido pela primeira chegada ao novo terminal, que ocorreu às 5h55, com um avião vindo de Chapecó, no oeste catarinense

Após vários anos de promessa o Aeroporto Internacional Hercílio Luz, recebeu um novo terminal de passageiros, um pátio com capacidade para até 15 aeronaves e a sonhada pista de taxi. Administrado desde 2017 pela Zurich Airport, o aeroporto entrou em obras na sequência da assinatura do contrato de concessão, com a execução das obras e entrega ao público ocorrendo em menos de 15 meses.

O terminal projetado pela Zurich Airport possui 49.000 m² e capacidade para movimentar 8 milhões de passageiros por ano, contanto com 13 portões, incluindo 10 pontes de embarque e cinco posições remotas. O aeroporto passou para código E, podendo movimentar aeronaves de grande porte, incluindo os Airbus A350 e Boeing 777. A pista recebeu uma série de melhorias, se tornando mais larga, enquanto as cabeceiras 14/32 agora dispõem de uma pista de taxi, uma antiga demanda dos operadores.

O projeto se difere bastante do proposto pela Infraero, que em 2004 realizou um concurso público para o novo terminal. Originalmente o projeto previa 5 pontes de embarque e um terminal com capacidade ligeiramente superior ao antigo, podendo movimentar até 4 milhões de passageiros ao ano.

Um dos destaques do novo terminal é uma ampla área de entretenimento, com lojas, palco para shows e restaurantes, batizada de Boulevard 14/32. Inspirado no aeroporto de Zurique, na Suíça, a posposta é criar um centro de entretenimento que permita explorar o potencial de eventos na cidade, adicionando uma fonte extra de receita ao operador aeroportuário e  criando um conceito onde a população possa frequentar o aeroporto mesmo quando não há uma viagem planejada. Leia mais

registrado em:
Fim do conteúdo da página