Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Embraer busca clientes para o E175-E2 fora dos EUA
Início do conteúdo da página

Embraer busca clientes para o E175-E2 fora dos EUA

  • Publicado: Segunda, 27 de Janeiro de 2020, 13h02
  • Última atualização em Segunda, 27 de Janeiro de 2020, 13h02

A Embraer busca novos mercados para o E175-E2, a versão de menor capacidade da família E-Jet E2 e que foi criada para atender especialmente a demanda da aviação regional dos Estados Unidos. Todavia, o modelo não conta com nenhum pedido firme.

 Mesmo a primeira geração sendo um sucesso na aviação regional norte-americana, o E175-E2 está em desacordo com a legislação local, que limita as companhias regionais operarem com aviões com peso máximo de 39.000 kg. O novo E2 excede esse limite em quase 6.000 kg.

A expectativa da Embraer era que houvesse uma alteração na chamada scope clause, permitindo uso de aeronaves maiores no mercado regional. A cláusula de escopo faz parte de um acordo firmado pelas grandes empresas aéreas dos Estados Unidos e o sindicato de seus pilotos e limita o número e o tamanho das aeronaves que podem ser empregadas pelas filiais regionais.

Em recente entrevista a britânica Flight International, John Slattery, presidente da Embraer Aviação Comercial, disse que a fabricante pretende conquistar os primeiros pedidos pelo E175-E2 de clientes em diversos países. “Minha equipe está trabalhando para garantir pedidos firmes no primeiro semestre deste ano fora dos Estados Unidos e temos alto grau de confiança. Há muita demanda na Europa continental, ocidental, no sudeste da Ásia e em outros locais”, afirmou. Leia mais

registrado em:
Fim do conteúdo da página